Folatos

 

Folatos

 

Os Folatos nos Alimentos

Os Folatos designam simultaneamente o ácido fólico e os sais (os folatos). Contudo, existem alguns cientistas e investigadores que, por considerarem todas estas substâncias como providas das mesmas funções e actividades fisiológicas, as englobam sob o mesmo nome de folacina

As fontes mais ricas de folatos são legumes e hortaliças de cor verde, como o espinafre ou alface, e os frutos secos, nozes, caju, amêndoa, amendoim e outros. Já o leite e derivados, carnes e peixes são muito pobres em folatos.

Os Folatos e a Saúde

As principais funções dos folatos para a saúde constituem-se na síntese dos ácidos nucleicos ARN e ADN, que constituem a base da herança genética ao nível bioquímico. Os folatos são também necessários para a produção de hemoglobina do sangue e outros processos do foro fisiológico. A falta de folatos causa anemia megaloblástica ou macrocítica, inflamação da língua, deterioração mental e inclusivamente malformações congénitas do sistema nervoso do feto.

É necessária uma maior absorção de folatos pelo organismo em casos de períodos acentuados de crescimento, tais como a infância e adolescência, na alimentação de grávidas, em indivíduos com um risco elevado de contrair doenças coronárias, anemia, em casos de parasitose do intestino e em consumo frequente de bebidas alcoólicas, o que pode reduzir a absorção de vários medicamentos para a epilepsia e anti-cancerígenos. A pílula e outros anticonceptivos orais podem em certos casos diminuir a absorção dos folatos.

Os folatos destroem-se facilmente pela acção da luz e calor, pelo que é importante ingerir legumes e frutas não cozinhadas.

 

Voltar a Nutrientes